ENTREVISTA Youth – piercing dermal, emotional hardcore e saudade

Foto: Reprodução/FacebookOficial

Foto: Reprodução/FacebookOficial

>Youth provavelmente não faz parte do seu arquivo mental de novas bandas. Mas e se eu falar daquele maluco que lançou quatro piercings dermais no antebraço só para usar um iPod Nano como relógio?

 

>>Pois é. Esse cara é Dave Hurban, baixista do Youth – trilha sonora para o vídeo, com “Boy’s Chore” -, banda de Hammonton, Nova Jersey.

Como não bastasse a “publicidade” conseguida com a proeza dos parafusos na pele, os caras ganharam minha atenção por terem batizado como Saudade o EP que lançaram no começo deste mês de maio.

A explicação seria simples se eu dissesse que Dalton Romano, o baterista, é brasileiro.

Mas em conversa com o guitarrista Robert Gaudiosi, fiquei sabendo que “a ideia veio do Dave. Mas, pessoalmente, ‘saudade’ tem bastante apelo comigo porque à época em que estávamos finalizando as gravações do EP eu passei por um momento bem difícil. Estava terminando um realcionamento e sentia muita falta dela. Percebi que o que tinhamos estava perdido para sempre e que eu passaria o resto da minha vida procurando por aquilo, mesmo sabendo que já não existe”.

 

>>A banda nasceu com Robert e Dalton, que se conhecem desde o primário e viram outros integrantes entrarem e saírem do Youth com uma frequência acima da desejada. Robert Rich, o outro guitarrista, foi convencido a ficar por seu xará.

“O problema mesmo sempre foi segurar a onda com um baixista. Chegamos a um ponto em que eu mandava mensagens para completos estranhos pedindo que fossem tocar com a gente. Foi o que aconteceu com o Dave. Eu não tinha ideia de quem ele era mas fiz o convite. E rolou. Nem sei se ele já tocava baixo antes de entrar na banda, mas o que importa é que ele arregaça e era justamente a peça que faltava”.

Saudade, que assim como Ancora (2011) – que é o nome de um hospital psiquiátrico em Hammonton-, foi gravado de maneira totalmente independente. “Não quero que pareça tão dramático quanto eu secretamente quero que seja, mas foi foda”, comenta Robert.

“Eu tenho uma empresa de web design, o Dave é piercer, o Dalton tatuador e o Rob é carpinteiro. Cada um tem um horário e ensaiar só rolava duas vezes por semana e depois da 1h da madrugada. Escrevemos Saudade sem baterista, porque o Dalton passou um tempo longe. Chegamos bem perto de desistir por conta de problemas externos, mas mantivemos a pegada porque a banda é algo muito especial para todos nós”.

2 comentários

  1. Que linda a história da banda.

  2. Fred Zgur · julho 8, 2012

    Existe alguma apresentação do Youth pela internet?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s